Testemunhos

Tem mais de 50 anos?
Já não suporta amadorismos?
Apetece-lhe quebrar os espelhos?
Geme, mesmo quando não deve?
Bom... a solução está ao seu alcance.
Venha fazer parte de um grupo super divertido, invejado por amigas e ex-colegas, comandado por uma profissional exigente que lhe vai pôr: as costas direitas, o umbigo para dentro, glúteos brasileiros, e tudo, mesmo tudo, no sítio.

Margarida Coelho, 64 anos, professora


Sou Alexandrina Pires, mais conhecida por Xanda, tenho 70 anos.
Frequento a Ginástica +50 há 5 anos tendo como professora a Maria Spratley.
A Maria é uma professora óptima tecnicamente e muita criativa, não dá duas aulas iguais.
A ginástica para mim é muito importante pois faz-me sentir activa com muita capacidade de me mexer e de fazer coisas com bastante facilidade como: trepar, subir escadas, andar de bicicleta e de trotinete sem me cansar.
A ginástica não só faz bem fisicamente como psicologicamente, por isso recomendo a todos os seniores que façam ginástica.
Ah, não é uma ginástica qualquer, mas Ginástica +50.

Xanda Pires, 70 anos, decoradora


Porque vim eu para a Ginástica +50? ou melhor dizendo +67?
Simplesmente para me sentir viva, para sentir que nos múltiplos desafios que a vida me oferece, consigo chegar à meta.
Sim envelheço, o meu corpo mo fiz, o espelho também, a idade dos meus filhos confirmam-no e os netos não o negam.
Mas os projectos de vida e as actividades multiplicam-se, mesmo sabendo que vou sendo atraiçoada pelo meu corpo.
Persistir é preciso, nada justificará ser uma espectadora conformada dos meus projectos aguardando o dia definitivo da traição. Digo e repito usando as palavras de Regina Brett no legado que nos deixou no dia do seu 90º aniversário:
"Não faças auditorias à tua vida. Aparece e faz o melhor dela agora" ou "Não importa com te sintas, levanta-te, veste-te e aparece". Assim o fiz, assim o faço agora.

Ana Almeida Garret, 67 anos, inspectora DGE


Nas aulas de ginástica +50 combatemos o "caruncho" de forma divertida mas também muito profissional.
A Maria cuida do nosso corpo como ninguém. Com a sua paciência vence a nossa inércia, tagarelice e falta de atenção.
Com a sua determinação estimula a nossa alegria, e boa disposição, reforça nossas forças e concentração.
Fazemos ginástica a valer, e criamos condições para prolongar nossa vida com prazer…

Alíria Silva, 64 anos, professora